SIMPLES NACIONAL – Passo a Passo do Básico ao Avançado

INSCREVA-SE AQUI NO CURSO DE SIMPLES NACIONAL, PASSO A PASSO DO BÁSICO AO AVANÇADO

Curso indispensável para os que trabalham ou querem trabalhar com empresas inseridas no SIMPLES NACIONAL. O Curso traz uma abordagem detalhada de todos os passos do SIMPLES NACIONAL, desde o momento que fazemos a opção, passando pela apuração, a emissão da guia até chegar a declaração em si. O Curso também aborda a estratégia de Planejamento Tributário e sistemas anexos ao ambiente do SIMPLES NACIONAL, como por exemplo o sistema de restituição e o de compensação. Dessa forma, o curso tornando-se uma indispensável ferramenta de aprendizado e consulta para todos que trabalham ou desejam trabalhar com o SIMPLES NACIONAL.

Vantagens

Curso prático em detalhes do sistema oficial do SIMPLES NACIONAL. Para quem pretende ser ou é um profissional que trabalha com empresas inseridas no SIMPLES NACIONAL. Em poucos dias de estudo você se tornará apto a trabalhar com o SIMPLES NACIONAL.

Público Alvo

Contadores, estudantes de contabilidade, profissionais da área tributária e fiscal

Autor

José Miguel Rodrigues da Silva

INSCREVA-SE AQUI NO CURSO DE SIMPLES NACIONAL, PASSO A PASSO DO BÁSICO AO AVANÇADO

Conteúdo do curso (100% digital)

  1. Apresentação do curso e Materiais auxiliares
    – Apresentação do Curso- Materiais auxiliares para download
  2. Conceitos e informações básicas sobre o SIMPLES NACIONAL

    – Informações básicas sobre o Programa do SIMPLES NACIONAL

    – Conceitos Importantes na legislação o SIMPLES NACIONAL

  3. Parte Prática

    – Acesso ao PGDAS

    – Como fazer a opção pelo SIMPLES NACIONAL

    – Opção pelo Regime de Apuração

    – Emissão do DAS com multa

    – Início da declaração

    – Geração de DASN normal

    – Geração de DASN de períodos anteriores

    – Geração de DASN com receitas anteriores a opção pelo SN

    – Geração de DASN com situação especial

    – Detalhamento do extrato do DAS

    – Tipos de Recolhimento

    – Apuração

    – Retificar DAS

    – Retificar Município na DAS

    – Consultar Débitos

    – Tipos de Tabelas e seus serviços

    – Anexo I e seus detalhes de cálculos

    – Anexo II e seus detalhes de cálculos

    – Anexo III e seus detalhes de cálculos

    – Anexo IV e seus detalhes de cálculos

    – Anexo V e seus detalhes de cálculos

    – Entendendo as Alíquotas

    – Fator R

    – Tratamento fiscal no inicio a atividade

    – Cálculo do Sublimite

    – DEFIS – Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais

    – Retificação da DEFIS

    – Transmissão da DEFIS

    – Transmissão da DEFIS_Situação Especial

    – Retificação da DEFIS

    – Salvar DEFIS

    – Verificar pendencias DEFIS

    – Transmitir DEFIS

    – Imprimir DEFIS

    – Sair DEFIS

  4. Exemplos de apuração do SIMPLES NACIONAL em diversos tipos de empresas
    – Exemplo – revenda de mercadorias no mercado interno- Exemplo – Empresa com receita de Prestação de serviços e Revenda de Mercadorias- Exemplo – Calculo do SIMPLES NACIONAL de empresa que iniciou atividade no próprio ano.- Exemplo – Empresa sujeita ao Fator R- Exemplo – Empresa sujeita ao Fator R – Quando R for inferior a 28- Exemplo – Empresa revendedora e exportadora- Exemplo – Empresa Revendedora optante por caixa- Exemplo – Empresa Prestadora de Serviços anexo 3- Exemplo – Empresa com sub limite de 1800 e ultrapassou- Exemplo – Empresa RBT12 acima de 4800 mas do ano inferior- Exemplo – Empresa em estado com sublimite de 1800 e que ela ultrapassou

    – Exemplo – Empresa Anexo 3 município com incentivo para ISS

  5. Pontos avançados sobre estratégia
    – O que tenho que saber sobre a Legislação do SN- Quando o SN não é mais vantajoso- O SN não é sempre a melhor opção- Obrigatoriedade pelo SN- O que devemos saber sobre as Tabelas do SN- Fiscalização compartilhada- Legislações que causam impacto na apuração do SN- Limite na Distribuição de Lucros e Obrigação do Pro Labore- Distribuição de Lucros- O que o SN Não Abrange- Adoção pelo Regime de Caixa

    – Proibição de relação societária

    – Obrigatoriedades pra os contribuintes do SN

    – Principais itens da Exclusao do SN

    – Excesso de receita bruta pra exclusão

    – Retenção de ISS

    – Investidor anjo

  6. Sistemas complementares do ambiente do SIMPLES NACIONAL

    – Sistema de Comunicação eletrônico do SN

    – Sistema Eletrônico de Restituição do SN – Alterar dados Bancários

    – Sistema Eletrônico de Restituição do SN – Consultar pedido de Restituição

    – Sistema Eletrônico de Restituição do SN – Pedido de Restituição

    – Sistema Eletrônico de Pedido de Compensação

  7. Comentários rápidos sobre o SIMPLES NACIONAL

    – Quando o SIMPLES NACIONAL não é mais vantajoso

    – Opção pelo SIMPLES NACIONAL na abertura da empresa

    – O SIMPLES NACIONAL é opcional

    – Comentários as Tabelas do SIMPLES NACIONAL

    – Diferenças entre as Tabelas III e V

    – Distribuição de Lucros no SIMPLES NACIONAL

    – Pagamento de Pro-Labore nas empresas do SIMPLES NACIONAL

    – Motivos para a empresa inserida no SIMPLES NACIONAL ser fiscalizada

    – O que o SIMPLES NACIONAL não abrange

    – Consequências da compra e venda sem NF

    – A Substituição Tributária no SIMPLES NACIONAL

    – Adesão ao SIMPLES NACIONAL

    – Fatores de Exclusão do SIMPLES NACIONAL

INSCREVA-SE AQUI NO CURSO DE SIMPLES NACIONAL, PASSO A PASSO DO BÁSICO AO AVANÇADO

Publique um comentário